AMEG Página Inicial

A REGIÃO

nascente

O Sudoeste do Estado é uma dentre muitas Minas Gerais, como diria Guimarães Rosa. Com características tipicamente mineiras, como o acolhimento despendido aos visitantes, a região do Médio Rio Grande apresenta também muitas particularidades, como um povo trabalhador, belezas naturais únicas, manifestações populares e religiosas características e potenciais imensos a serem explorados.

Neste cenário é fundamental o papel de organização, apoio, fomento e planejamento, e a partir dessa necessidade surge a Ameg - Associação dos Municípios da Microrregião do Médio Rio Grande. Fundada em 30 de novembro de 1.984, a associação é uma entidade civil, sem fins econômicos e duração indeterminada, com sede administrativa na cidade de Passos, que visa à integração administrativa, econômica, social e a preservação ambiental dos municípios que a compõe. Tem por missão a prestação de assistência técnica e promoção da cooperação intermunicipal e intergovernamental, através de ações integradas de seus executivos com os órgãos estaduais, federais e instituições privadas, o que vem sendo cumprido ao longo desses vinte e cinco anos.

Com uma equipe técnica capacitada para prestar assessoria em diversos segmentos e dotada de uma patrulha motomecanizada capaz de atuar na melhoria de infraestrutura, as cidades associadas sempre puderam contar com a associação para a realização desses serviços e na execução de projetos e organização de eventos, como assembleias, reuniões, seminários e encontros que busquem a qualificação dos seus associados e a melhoria da qualidade de vida dos moradores do Sudoeste Mineiro.

Hoje a associação conta com quinze municípios filiados: Capitólio, Carmo do Rio Claro, Claraval, Delfinópolis, Doresópolis, Fortaleza de Minas, Guapé, Ibiraci, Itaú de Minas, Passos, Pratápolis, São João Batista do Glória, São José da Barra, São Sebastião do Paraíso e São Tomás de Aquino.

Esses municípios surgiram a partir do desmembramento de outros e a região teve um importante acontecimento que foi o surgimento do Lago de Furnas, redesenhando a geografia e a economia de muitas cidades filiadas.

A abrangência da Ameg se extende por 9.842 quilômetros quadrados, o que representa 1,67% da área do Estado. Por sua localização geográfica, a região mantém estreita relação, inclusive comercial, com municípios do Estado de São Paulo, especialmente Franca e Ribeirão Preto.

cafe

Alguns municípios da região da Ameg integram o Parque Nacional da Serra da Canastra, que abriga destre outras, a nascente do Rio São Francisco e é uma área de preservação permanente, onde um plano de manejo procura integrar o respeito ao meio ambiente e o crescimento econômico nos municípios atingidos.

As riquezas naturais do Sudoeste de Minas Gerais são incalculáveis, sendo uma importante bacia hidrográfica, não só para o Estado Mineiro mas para São Paulo. O seu relevo apresenta grandes variações e muitos acidentes geográficos, o que dificulta as culturas extensivas, fazendo com que o café seja a lavoura mais difundida na região, além de ser uma das mais relevantes na economia.

A economia regional é formada por várias atividades, sendo que a agricultura é a maior fonte de receita da maioria dos municípios. Neste segmento, além do café, o milho, arroz, cana de açúcar e a fruticultura são culturas bastante difundidas. A pecuária de corte e leiteira também tem importante papel na formação econômica do Sudoeste Mineiro, bem como a avicultura.

A região apresenta também potencial de crescimento no turismo, tendo como propulsor o Lago de Furnas que vê o surgimento de hotéis, pousadas e empreendimentos voltados para o setor, além do desenvolvimento de segmentos empresariais nos ramos de confecções e materiais cirúrgicos. O comércio em constante evolução se constitui como uma importante forma de promoção do crescimento econômico, gerando empregos e renda para os cidadãos. A mineração também é característica de alguns municpios que têm uma nesse ramo uma importante fonte de receitas.

Com uma economia em desenvolvimento e grande potencial ainda inexplorado, a região da Ameg apresenta um PIB superior a dois bilhões e setecentos milhões de reais, o que representa 2,1% do PIB de Minas Gerais. Já o PIB per capita da região é de dezessete mil, quatrocentos e setenta e três reais, sendo 58,44% maior que o índice mineiro, segundo dados do IBGE. O crescimento econômico regional encontra um forte potencial na oportunidade de organização das cadeias produtivas e a agregação de valor aos produtos da região, reconhecidos nacionalmente pela qualidade.

usina

Sua população, segundo dados do IBGE, é de 329.594 habitantes o que representa 1,71% dos moradores do Estado de Minas Gerais. É constituída em sua maioria por pessoas em idade produtiva, compreendida na faixa etária dos 15 aos 54 anos, sendo 83% urbana. O Sudoeste Mineiro é um bom local para se viver. O Índice de Desenvolvimento Humano da região mostra isso, com os municípios apresentando índices altos segundo critérios de avaliação da ONU. Destaque para São Sebastião do Paraíso com índice de 0,812, sendo o primeiro da região e o vigésimo segundo do Estado.

Esses dados são possíveis graças aos investimentos feitos pelos municípios em educação, saúde, o que resulta em longevidade, e melhoria da renda.

Na área de saúde, os municípios contam com equipes do Programa de Saúde da Família como um importante instrumento da saúde básica. O Sudoeste de Minas Gerais conta com duzentos e trinta estabelecimento do setor, destacando-se os dois hospitais regionais da área de abrangência da Ameg: as Santas Casas de Passos e São Sebastião do Paraíso. O hospital passense é referência em várias especialidades sendo que os esforços da população regional estão concentrados no término da construção do Hospital do Câncer que abrangeria um total de seiscentos mil habitantes em cinquenta municípios. Já a Santa Casa de Paraíso é equipada com UTI Neo-natal, referenciada para a região e está em implantação o Hospital Regional do Coração, que também referencia vários municípios e uma população de novecentos mil habitantes.

A educação é uma das melhores do Estado. Os municípios têm conseguido bons resultados com investimentos em estrutura e capacitação dos professores. Hoje a região é dotada de trezentos e trinta e oito escolas, sendo estabelecimentos de ensino de educação infantil e ensinos fundamental e médio.

Cursos técnicos são uma das deficiências que será amenizada com a instalação de uma escola profissionalizante regional do Senai - Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial, no município de São Sebastião do Paraíso.

No ensino superior destacam-se a Fesp/Uemg, localizada em Passos que oferece quase mil e trezentas vagas em vinte e dois cursos. São Sebastião do Paraíso abriga sete cursos em suas faculdades, com uma oferta de seiscentas vagas.

A região é servida por diversas rodovias estaduais e federais, sendo que o corredor de ligação com a capital Belo Horizonte, a MG 050, é alvo da primeira Parceria Público Privada do setor no país, em uma ação pioneira do Governo do Estado de Minas Gerais. A pista recebe investimento em melhorias na sua malha viária, acostamentos, terceiras faixas e duplicações, nova sinalização, além da construção de trevos de acesso e melhoria das travessias urbanas, proporcionando maior segurança aos seus usuários. Além dessa, importantes rodovias federais como as BRs 265 e 491 ligam a região ao Estado de São Paulo e ao extremo Sul de Minas, com saídas para o Rio de Janeiro, além da BR 146, que liga o Sudoeste ao Triângulo Mineiro.

votorantin

A estrutura aeroportuária, a região da Ameg conta com um aeroporto com pista de mil e seiscentos metros asfaltada, pátio de manobras de cinco mil metros quadrados e dotado com estrutura para operações noturnas, localizado em São Sebastião do Paraíso. Além dos aeroportos de Passos, com pista asfaltada de mil e quinhentos metros e que está recebendo estrutura para voos noturnos, e de Piumhi, com pista de mil e quatrocentos metros recebendo pavimentação e outras melhorias.

Com características como as aqui descritas a Ameg tem papel fundamental e o desenvolve com eficiência, através de ações que têm rendido resultados práticos e objetivos na busca do desenvolvimento econômico, social, ambiental e institucional da sua área abrangência.

AMEG - Rua Benedita da Silveira Maia nº 144 - Passos - MG - CEP:37.903-660
Tel: (35) 3521-9544 - Tel: (35) 3526-1310 - ameg@ameg.org.br